10 de julho de 2018  06:23   /      Jocerlan Aquino

FPM: 1º decêndio de julho apresenta leve queda

    Nesta terça-feira, 10 de julho, será creditado nas contas das prefeituras brasileiras o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 1º decêndio do mês. O valor é de R$ 1,9 bilhões, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 2,38 bilhões.

     

    De acordo com os dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), o 1º decêndio de julho de 2018, comparado com o mesmo decêndio de 2017, apresentou uma pequena queda de 0,59% em termos nominais, ou seja, comparando os valores sem considerar os efeitos da inflação.

     

    Quando o valor do repasse é deflacionado e comparado ao mesmo período de 2017, a queda é mais expressiva, alcançando 4,55%, levando-se em conta a inflação do período. Esse valor é explicado pelo acumulado da inflação nos últimos 12 meses, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que está em 4,39%.

     

    Com relação ao acumulado do ano, verifica-se que o valor total do FPM vem apresentando um crescimento positivo. O total repassado aos Municípios no período de janeiro 2018 até o 1º decêndio de julho, apresenta um crescimento de 8,65% em termos nominais em relação ao mesmo período de 2017.

     

    Ao considerar o comportamento da inflação, observa-se que o FPM acumulado em 2018 cresce 5,37% em relação ao mesmo período do ano anterior.

     

    Apesar do cenário positivo do FPM no acumulado do ano, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) faz um alerta aos gestores municipalistas para manterem cautela em suas gestões e ficarem atentos ao gerir os recursos municipais nos próximos meses do ano, uma vez que, historicamente, os recursos do Fundo do primeiro semestre são superiores aos do segundo, de forma a ser necessária a elaboração de um planejamento estratégico para não haver surpresas negativas.

     
    VEJA QUANTO VEIO PARA SEU MUNICÍPIO:
     
     
    Cajazeiras: R$ 1.375.223,53306.595,78 =1.681.819,31 
    São José de Piranhas: R$  687.611,77 +274.787,69 = 962.399,46
    São João do Rio do Peixe: R$   687.611,77 +211.387,18 = 898.998,95
    Carrapateira: R$   343.805,90+19.539,70= 363.345,60
    Bonito de Santa Fé: R$  458.407,84+170.281,16 = 628.689,00
    Monte Horebe: R$     343.805,90 +108.064,26= 451.870,16
    Santa Helena: R$  343.805,90+84.781,80=428.587,70
    Cachoeira dos Índios: R$  458.407,84 +140.253,61 =598.661,45
    BomJesus: R$   343.805,90+ 94.891,37=438.697,27
    Joca Claudino: R$    343.805,90+0,00 = 343.805,90
    Triunfo:R$      R$  343.805,90+0,00= 343.805,90
    Uiraúna: R$     573.009,82 +199.334,51 =772.344,33
    Bernardino Batista: R$        343.805,90+154.734,29 = 498.540,19
    Poço José de Moura: R$   343.805,90+132.293,45=476.099,35
    Poço Dantas: R$   343.805,90+111.881,66=455.687,56
    Ipaumirim  CE: R$  478.425,18 +0,00 =478.425,18 
    Baixio: R$   358.818,89 +0,00=358.818,89 
    Umari: R$     358.818,89+109.714,79=468.533,68

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Autentificado como . Sair desta conta »

...

publicidade

// Cole o código do Google Analytics aqui