10 de agosto de 2018  07:18   /      Jocerlan Aquino

Municípios recebem nesta sexta-feira, 10, primeiro repasse do FPM do mes de agosto

    O primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deve promover a partilha de R$ 3,4 bilhões entre os 5.568. A previsão da Confederação Nacional de Municípios (CNM) considera retenção destinada ao Fundo Nacional da Educação (Fundeb), pois sem essa porcentagem constitucional, em valores brutos, o montante a ser transferido na próxima sexta-feira, 10 de agosto, chega a R$ 4,2 bilhões.

     

    De acordo com levantamento da área de Estudos Técnicos da CNM, com base nos dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), esse repasse do mês será maior que o primeiro decêndio de agosto de 2017, quando foram repassados R$ 3,8 bilhões, em termos nominais. Ou seja, sem considerar os efeitos da inflação. Quando o valor do repasse é deflacionado, a Confederação indica crescimento de 11,07%.

     

    No acumulado do ano, o FPM também apresenta saldo positivo. “O total repassado aos Municípios de janeiro até o 1º decêndio de agosto de 2018, apresenta crescimento de 8,32%, em termos nominais”, destaca o levantamento. Com o novo repasse, o Fundo somará R$ 65 bilhões e na mesma época, em 2017, ele estava em R$ 60 bilhões. De acordo com os dados da CNM, em todos os meses do ano, o FPM foi melhor do que ano anterior.

     

    Exemplo Apesar de o comportamento do Fundo para o segundo semestre ter tendência positiva, a CNM mostrar que quando se divide o montante entre às prefeituras a entidade mantém o conselho aos gestores de gestão focada no equiliquibrio. Um exemplo disso é que mesmo com o crescimento apresentando nesse repasse, um Município de Santa Catarina, com coeficiente 0.6, receberá R$ 198 mil, em valor líquido. Quando se considera o valor bruto, sem os descontos constitucionais, essas prefeituras receberão pouco mais de R$ 310 mil.

     

    Um boa notícia para os municipalistas está no final do levantamento: uma injeção de R$ 60 bilhões na economia para os próximos meses, que estão contidas as restituições do Imposto de Renda (IR), o pagamento do Programa de Integração Social (PIS) e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e o pagamento do 13º salário dos aposentados e pensionistas o que poderá aquecer a economia, levando a bons resultados para o Fundo.

    VEJA QUANTO VEIO PARA SEU MUNICÍPIO:
     
     
    Cajazeiras: R$  711.719,14 C
    São José de Piranhas: R$  463.879,10 C
    São João do Rio do Peixe: R$  547.271,14 C
    Carrapateira: R$  148.698,35 C
    Bonito de Santa Fé: R$ 334.343,56 C
    Monte Horebe: R$   233.555,74 C
    Santa Helena: R$  211.521,74 C
    Cachoeira dos Índios: R$  305.926,13 C
    Bom Jesus: R$   192.548,37 C
    Joca Claudino: R$ 62.315,08 C
    Triunfo:R$      R$  63.224,68 C
    Uiraúna: R$  365.500,31 C
    Bernardino Batista: R$  281.743,86 C
    Poço José de Moura: R$    266.804,53 C
    Poço Dantas: R$     253.312,73 C
    Ipaumirim  CE: R$   0,00 C
    Umari: R$  212.828,79 C
    Baixio: R$  78.567,43 C
     
    Jocerlan Guedes com informações CNM/BB

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Autentificado como . Sair desta conta »

...

publicidade

// Cole o código do Google Analytics aqui