12 de junho de 2018  07:24   /      Jocerlan Aquino

Lígia não desiste de concorrer ao governo; Eva declina da carreira política

    Mesmo não pontuando ainda, de forma expressiva, nas sondagens de intenções de voto e enfrentando a hostilidade do núcleo político do governador Ricardo Coutinho (PSB),que a acusa de ter tentado montar um governo paralelo, quebrando a relação de confiança até então existente, a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, do PDT, deixou claro que vai perseverar no projeto de disputar o Palácio da Redenção em outubro. “Não vou desistir, irei até o fim”, proclamou Lígia, ontem. Já a ex-deputada Eva Gouveia, viúva do recém-falecido deputado federal Rômulo Gouveia (PSD), preferiu declinar da carreira política para se dedicar ao papel de mãe de quatro filhos.

     

    Em nota oficial divulgada, Eva Gouveia, que estava cogitada para ocupar a vaga de Rômulo, falecido no mês passado, agradeceu o apoio e a compreensão dos familiares, amigos, correligionários e lideranças políticas que a incentivaram a dar continuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido pelo marido. Eva chegou a participar de reuniões em que teve consenso para se manter no páreo, na vaga de Rômulo. Fontes bem informadas ressaltam que além do compromisso com a família, Eva Gouveia vinha avaliando o desafio de concorrer à Câmara num cenário que promete ser bastante acirrado. Apesar da desistência de Eva, as mulheres continuam em alta para a disputa de mandatos no Estado este ano.

     

    A doutora Micheline Rodrigues, mulher do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), está confirmada como candidata a vice de Lucélio Cartaxo (PV), que compõe o bloco de oposição ao esquema do governador Ricardo Coutinho. Enquanto isso, a deputada estadual Daniella Ribeiro, do Partido Progressista, deveráser anunciada ainda esta semana como candidata ao Senado na chapa encabeçada pelo pré-candidato ao governo José Maranhão, do MDB. Daniella tentará quebrar um tabu no cenário político paraibano – mulheres postulantes ao Senado não lograram êxito na Paraíba, a exemplo, entre outras, da ex-prefeita de Campina Grande, Cozete Barbosa, ligada ao Partido dos Trabalhadores. Daniella é irmã do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, líder do governo Michel Temer, e filha do vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro. Já Micheline foi indicada a vice de Lucélio depois que seu marido, Romero,abriu mão de disputar o governo. No primeiro governo de Cássio Cunha Lima, instalado em 2003, ele teve como vice-governadora Lauremília Lucena, mulher do ex-senador, ex-vice-governador, ex-governador e ex-prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, atualmente afastado da militância política.

     

    Nonato Guedes

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Autentificado como . Sair desta conta »

...

publicidade

// Cole o código do Google Analytics aqui